Será que sou assexuado (a)?


   Em nossa sociedade brasileira, que incita o sexo de todas as maneiras, sendo na música, nas propagandas, nas roupas... é difícil admitir que existem pessoas assexuadas, não é mesmo? Mas o que significa essa palavra tão nova se tratando de ser humano?

   Ser assexuado significa ser uma pessoa que possui pouco ou nenhum desejo sexual por outra pessoa, seja do sexo oposto ou do mesmo sexo. São pessoas que tem repulsa ao sexo, namoram sem transar, praticam masturbação e/ou transam sem interesse, para agradar o (a) parceiro (a). Segundo o DSM (Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disordes) a assexualidade é definida como Síndrome do Desejo Sexual Hipoativo, ou seja, é considerado um desvio. Mas as próprias pessoas ditas assexuadas, através de seus modos de lidar com esse problema, pregaram na sociedade a imagem de que são pessoas que simplesmente não tem interesse sexual normal, e esconderam suas identidades como pessoas que tem uma patologia e que precisam de apoio.

   Outros fatores também contribuem para o início da falta de vontade de ter relações sexuais como por exemplo, deficiência hormonal, vaginismo, problemas de tireoide ou de ereção, menopausa, hipertensão e/ou diabetes, o que não significa, necessariamente, a assexualidade. Mas as pessoas livres de qualquer doença, começam a ser consideradas assexuadas acima de seis meses sem desejo sexual algum.

   Para a Psicóloga Blenda de Oliveira, ‘todo mundo tem libido e é preciso investigar as causas antes de aceitar a assexualidade como saudável’, ou seja, a qualquer suspeita de que você esteja passando por essa situação, procure especialistas como psicólogos, médicos... a fim de ser feita uma investigação sobre o caso antes de confirmar qualquer hipótese.

   Abaixo, colocarei alguns tipos de assexuados para podermos entender um pouco mais de suas reações perante o ato sexual e os relacionamentos interpessoais.

_ ROMÂNTICOS: Sentem necessidade de carinho e de companhia, mas não tem desejo sexual pelo (a) parceiro (a);
_ RADICAIS: Não transam, não namoram e geralmente sentem nojo de qualquer contato íntimo;
_ DE FASES: São pessoas que passam longos períodos (mais de seis meses) sem desejo de transar, voltam a ter desejo e depois perdem novamente o interesse;
_ AUTOSSEXUAIS: Não sentem atração por outras pessoas mas sentem desejo e se satisfazem com a masturbação;
_ DESINTERESSADOS: Podem fazer sexo para agradar ao (a) parceiro (a), mas não entendem como as pessoas podem gostar do sexo;
_ PLATÔNICOS: Se apaixonam por pessoas ditas impossíveis mas podem se masturbar pensando nelas, sem haver o desejo do sexo em si;
_ FRUSTRADOS: São pessoas que pensam ter desejo sexual e quando fazem sexo, não tiram proveito dele e, depois de muitas frustrações, desistem.

   Agora que já conhecemos um pouco mais sobre esse assunto não tão conhecido, podemos fazer uma auto reflexão e ajudar também as pessoas que estão enfrentando esse problema, lembrando sempre que este é um problema de saúde e não simplesmente uma falta de desejo sexual comum. Compreenda e ajude!

Leia a reportagem da Folha de São Paulo, 27 de Março de 2012 na íntegra:

O Blog Li França Num Papo Cabeça possui caráter informativo. Caso haja alguma dúvida por parte do leitor, não está garantida uma possível devolutiva em decorrência da grande demanda recebida, mas o Blog Num Papo Cabeça recebe, com muito carinho, sugestões de temas de vocês, leitores.
Até mais!
Li França

29 comentários:

Anônimo disse...

Eu acho que sou um autosexual, sinto desejo e "necessidade" de ejacular expelir o esperma e faça isso com a masturbação , porém não sinto vontade de transar ou me relacionar com outras pessoas. Tenho 28 anos e e sou virgem permaneceria assim até fim dos dias , também nunca namorei ou fiquei, até esse momento de minha vida não tive vontade , de me relacionar e nem práticar o sexo real. Eu acho as mulheres bonitas e atraentes mas não o suficiente para querer ir á cama com elas. Além disso sou tímido e introvertido nunca teria coragem de me aproximar de uma mulher , o fato de eu não gostar de sair de casa e nunca ter saido á noite tambem contribuem para esse desinteresse para o sexo real.E eu venho percebendo ao longo dos anos que minha líbido está em decadência e acredito que no futuro serei totalmente assexuado.

Li França disse...

Olá querido anônimo...

Eu gostaria de agradecer pelo comentário no Blog Li França num Papo Cabeça e pela confiança. Espero que continue acompanhando o Blog e sugerindo temas!

Obrigada pela contribuição! Qualquer dúvida, sinta-se a vontade para entrar em contato!

Um abraço.
Blog Li França Num Papo Cabeça

nada disse...

Aline, gostei muito do que escreveu!
Descobri o que já suspeitava há anos: sou assexuado do tipo romântico. Bacana!
Parabéns por este espaço aberto para discussões, livre de clichés e tabus.

Li França disse...

Olá querido 'nada'.

Eu gostaria de agradecer seu comentário no Blog Li França Num Papo Cabeça e espero que continue acompanhando o Blog!

Um abraço!

Anônimo disse...

oi li frança, descobri tambem que depois de 20 anos de casamento, achando que fosse anormal,me descobri hoje ao ler seu artigo, que sou assexuada romantica, [risos] achei uma classificação fofa, me separei a 6 anos,e depois tive um relacionamento que durou 4 anos, e ai , descobri, amo o parceiro, gosto de carinho, beijos, da companhia, mas , desejo sexual não sinto.fazia sexo mas para agradar o parceiro, apesar de sempre ter orgasmo, claro ,que as vezes cheguei a '' fingir'' por não sentir nenhum desejo. não me preocupo com isso, não me acho '' anormal''no momento estou só,acho dificil que algum homem me aceite assim. abraço mari feitosa

Li França disse...

Olá Mari Feitosa!

Eu gostaria de agradecer seu comentário! Obrigada por contribuir com o Blog Li França Num Papo Cabeça. Espero que o continue acompanhando!

Acredito que posso te dar apenas um conselho: Se você optar por ter um parceiro, converse com ele sobre isto. A verdade é a base para qualquer aceitação.

Desejo que você seja muito feliz!

Um abraço!

Mimajonih disse...

Desde criança nunca achei sexo normal.tive namorados , amantes marido e atualmente estou com 37 anos casada mas não tenho relação sexual com ele. tenho forte desejo sexual.. porem acho sexo repugnante, invasivo. malicioso e pecaminoso,, beijo na boca e carinhos eu acho bonito . mas mais que isto eu acho pecaminoso e anormal..

Li França disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Li França disse...

Obrigada pela confiança Mimajonih no Blog Li França Num Papo Cabeça!

Um abraço!

Anônimo disse...

Nao tenho certeza se sou assexuado autosexual.Gosto delas tenho libido,mas no real frente a frente nao tenho muita vontade.Ja tive envolvimentos e nao achei excepcional.No real tenho ate um pouco de nojo.
E mais agora tenho um pouco de vergonha tambem pelo fato de ter me tornado def fisico amputado.Talvez ate tente para desfazer essa impressao se sim ou nao,mas como falei tenho um pouco de nojo!!

Anônimo disse...

É dificil falar sobre isso. Desde meus quatorze anos eu não tinha interesse algum em saber como que era uma relação sexual. mas acreditava que isso mudaria algum dia. Porém, vi que não. Hoje, maior de idade.. namorei por quase dois anos, com um companheiro.. e não sentia vontade nenhuma de ter algo além de carinho e beijo. Achei que era por não gostar do sexo oposto. Até que experimentei o mesmo sexo.. e também não senti nada. Apenas dor, e nunca deixei nada penetrar. Não sei se é normal.. queria super desabafar com alguém ou receber concelhos. Beijos.

Anônimo disse...

O anonimo de 23/12 as 06:08 nao é o mesmo q o seguinte ta.Pq uma coisa eu tenho certeza,nao ser e nem ter tendencias homosexuais,apesar de respeita los sim e nao ter quse nada contra.

Anônimo disse...

acho q meu namorado é assexuado,mas ele me ama gosta de carinho e de durmir coladinho de conchinha,mas nao liga se nao tiver transa,passa dias se eu nao reclamar,me ajudem??

Anônimo disse...

meu namorado ate finje dormir só pra nao transar,depois de ler muitas reportagens de assexuados eu tenho serteza q ele é,como eu falo isso pra ele?

Li França disse...

Resposta para o comentário do dia 3 de janeiro de 2013

Olá! :)

Bem, acredito que se você mostrasse para ele alguma reportagem sobre o tema, dizendo apenas que leu algo interessante e que gostaria de compartilhar, você não estaria dizendo a ele diretamente que ele é assexuado mas você daria à ele a chance de, talvez, reconhecer seu próprio problema lendo a reportagem... Mas, independente do que aconteça, sempre dê abertura para ele conversar com você sobre isso. Acredito que assim vocês podem sempre viver juntos sem maiores problemas relacionados à área sexual...

Um abraço! :)

Anônimo disse...

Sera q quem é autosexual e assexual ao mesmo tempo nao tem atração somente por apenas aquelas mulheres de filme porno, q na o realizade quse nao existemm?E as q sao diferentes fisicamente falando ele acha gata,bonita mas com essas nao ha vontade,principalmente frente a frente!

Li França disse...

Olá "Anônimo"...

O que pode acontecer é o homem ter muitas fantasias sexuais com as atrizes de filmes pornográficos (que geralmente parecem ser mulheres perfeitas) e acabar perdendo a consciência do que é real, buscando em mulheres "comuns" a performance destas atrizes.

Devemos sempre lembrar que o mercado pornográfico visa retornos financeiros e que vídeos tem muitos efeitos especiais e correções para sempre parecer tudo perfeito, real... portanto, utilize os filmes como forma de inspiração e não como determinante ou uma base para as escolhas das mulheres com quem você irá se relacionar... Nem tudo o que se assiste pode ser verdade... Pense nisso!

Um abraço! :)

Anônimo disse...

Mas existeo termo assexual autosexual ne?
Frente a frente ha ate um certo nojo!

Anônimo disse...

oi meu nome é juliana e estou namorando uma pessoa que acha que seria melhor nunca ter relações sexuais comigo para não transformar nosso amor em putaria, por que depois do ato ele começa a ter nojo de mim...
isso é normal???

Li França disse...

Olá Juliana! Obrigada pela visita aqui no Blog!

Bem Juliana, eu não diria que não é normal... mas eu diria que isto pode não ser tão comum...

Converse com seu parceiro e permita que ele "se abra" com você. Quem sabe ele teve alguma experiência de vida que resultou neste tipo de comportamento?

Mas, independente disto, caso esta prática de seu parceiro comece a atrapalhar a dinâmica do relacionamento de vocês, sugira à ele procurar uma terapia ou até mesmo, quem sabe, uma terapia de casal?

Mas perceba se isto, de certa forma, afeta a relação entre vocês... Se afetar, procurem um auxílio.

Um abraço Juliana!

Anônimo disse...

Sou assexuado romantico e sinto uma grande vontade de conhecer alguma mulher que também seja...Gosto do carinho , beijo ,abraços , declarações. É dificil encontrar alguem com esse problema ...

Anônimo disse...

Lendo essa reportagem, me identifiquei com um assexuado do tipo platonico , pois só me apaixono por gays, e recentimente acabei de meu ex terminou , quer dizer ele terminou comigo pois saiu do armário e hoje não sinto vontade de me relacionar com ninguém, não sinto nem mesmo falta de sexo, sinto falta sim de ter alguém com quem conversar, viajar. Porem ainda tenho duvida se sou assexuada ou não, penso que por optar pelo assexualismo deve ser menos sofrimento.

Mayara Cavalcante Martinez Melo disse...

Ai em meio a tantas pesquisas durante uns meses me deparei com isso tudo hoje.
Está muito difícil pra mim aceitar, eu tenho 25 anos e sou louca por sexo, gosto de mais mesmo.
Mas acredito que casei com um assexuado.
Já pensei até que ele pudesse ser gay. Pq tentava de tudo (tudo) conversar numa boa, bebendo, dando exemplo de amigas, brincando, brigando e desculpe... Mas até colocando pressão, e nada!
Sou linda, tudo certinho no lugar e acreditava fazer tudo q um homem gosta, mas já até cheguei a me culpar.
Comprei lingeries, coisas diferentes, viagens e nada!
Hoje não sei se me sinto alivia em ter uma possível explicação, ou se me sinto triste.
Pq eu o amo de vdd, e de mais. Amo a nossa vida (apesar de sofrer com a falta de sexo), amo a nossa rotina, ele é mto bom pra mim, somos amigos e parceiros.
Não me vejo sem ele, mas não vejo os próximos anos vivendo sem sexo tbm.
Eu já tentei conversar e oferecer ajuda, sugeri que procurássemos um médico e ele diz que não tem problema nenhum. Só que é tranquilo.
Fazemos sexo as vez, pq eu insisto, e mto! Até brigo as vezes. Me sinto mal, pq sei q ele fez pq eu quis e só. Agora me sinto mais mal ainda pq é uma coisa que foge do controle dele.
Bom a pergunta é, tem tratamento? Solução? Quem pode ajudar?
Vou tentar ter uma conversa com ele sobre o assunto, mas de antemão acredito que ele não vai admitir...
Bom é isso, obrigada e mto sucesso no Blog!

Anônimo disse...

Não tenho certeza se isso ocorre comigo, mas tenho 17 anos e sinto um certo interesse por pessoas que portem alguma característica forte, pessoas comuns nunca me interessam, mas absolutamente nunca sinto vontade de ter algum contato real com ninguém. Sofro pelo fato de muitas meninas já terem se apaixonado por mim e eu nunca poder corresponder pois nem sequer sinto o desejo de beijar, e também não sinto o de abraçar ou qualquer tipo de toque íntimo.

Anônimo disse...

Descobri que sou assexual radical, obrigada pelo artigo, me ajudou muito a me identificar.

talita disse...

eu nao sei se eu sou assexuada, talvez eu seja muito nova pra dizer só tenho 15 anos mas todas as minha amigas ja beijaram enquanto eu ainda sou Bv, e colocam muita pressão. acho legal ter meninos que querer ficar e namorar comigo pois isso prova que eu sou pelo menos um pouco atraente mais eu nao consigo sentir nada alem de afeto por eles. até cheguei a pensar que era lésbica mas nao sinto nada por garotas. isso é horrivel e eu me sinto uma aberraçao. eu nao consigo nem me mastubar e por mais que eu tente nao consigo sentir prazer com isso, e mesmo que sinta nao é tao bom quanto comer um chocolate por exemplo. é muito estranho ver suas amigas falando de macho e você ficar ouvindo e sorrindo sem entender muito oque elas estao sentindo e porque é tao bom. eu consigo sentir afeto mais cada vez que algum menino tenta se aproximar de mim pra um relacionamento eu acabo perdendo a amizade :( .eu quero ter familia e quero muito sentir alguma coisa a mais, algum desejo por menor que seja. existe alguma maneira de se conseguir isso? alguem poderia me ajudar? ser assexuado é doença e tem algum tipo de cura? nao existe forma de eu me sentir um pouco mais atraida por algum rapaz?

Pablo disse...

Mesmo após ter lido o artigo não sei direito em qual tipo dos apresentados eu me encaixo, nem se realmente sou assexuado (mas acho que sim). Eu gosto de ficar com outro homens, mas minha falta de vontade de transar faz com que eles se afastem ou então eu mesmo acabo me afastando. Gosto de abraçar, beijar e mesmo masturbar, mas na hora H não tem jeito. Quando me apaixono, não tenho a menor coragem de chegar no cara, primeiro porque tenho medo da ração dele e segundo pelo fato de que cedo ou tarde ele vai querer fazer sexo. Gostaria de ter alguém pra namorar, mas é complicado.

Anônimo disse...

Acho que sou auto sexual, sinto desejo as vezes, demoro meses para sentir novamente, aí, me masturbo e fico bem. Tenho 62 anos, já vivenciei 3 casamentos, neles tentava agir com normalmente agem as pessoas transando 2, 3 vezes por semana, até que não deu mais. Minhas amigas sentem desejo e eu ficava encucada, Agora vivo só, mas gostaria de ter um companheiro,carinhoso, resolvido, que gostasse de passear, viajar, dançar.

Anônimo disse...

ooi tenho 19 anos , depois de ler tudo isso tenho quase ctz que sou assexuada, eu tentei varias vezes fazer sexo com homens mais nunca sentia nada fazia so por fazer msm, eu sempre tive vontade de ficar com mulheres ai resolvi ficar gostei , e agora eu estou namorando uma menina fiz sexo com ela só que tbm nao gostei, eu gostaria de saber se tem algum tratamento?

Postar um comentário